SEET atende as denúncias dos Profissionais da Enfermagem de São Sebastião

01/11/2018 08/11/2018 17:14 81 visualizações

Por: Eriks Jhônata

 

Na tarde desta quarta-feira, 31, o presidente do Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET), Claudean Pereira Lima, junto com o diretor Jurídico do sindicato, João Batista Alves e o presidente da regional de Araguaína, Paulo Maria Batista, estiveram reunidos com os profissionais da enfermagem do município de São Sebastião para tratar sobre as denúncias feita pelos profissionais.

As denúncias realizadas pelos profissionais apontavam uma carga horaria excessiva pactuada no município, além da insuficiência de alimentação e de Equipamento de Proteção Individual. Na visita a Unidade de Saúde o sindicato constatou a veracidade das denúncias, onde foi provado através da escala de trabalho que os servidores estavam sendo submetidos a excesso de plantões e sem as devidas condições de trabalho.

Após realizada a visita técnica na Unidade de Saúde, os representantes do SEET se reuniram com o Prefeito Municipal, Adriano Moraes e com o Secretário Municipal, Samuel Eder, onde ambos assumiram o compromisso de resolver as reivindicações da categoria. Ainda na reunião, o prefeito arrogou o comprometimento de elaborar uma nova escala de trabalho mais flexível para os profissionais da enfermagem, que estará em vigor nesta quinta-feira, 1° de novembro. Sobre as outras demandas da categoria, o secretário municipal assumiu o compromisso de solucionar.

O SEET irá encaminhar para o gestor municipal uma notificação extrajudicial com as demandas apontadas pelos profissionais da enfermagem e cobrada pelo sindicato. Segundo o presidente do SEET, Claudean Pereira Lima, o Sindicato irá acompanhar o andamento destas demandas. “Nossa luta é para preservar e resguardar os direitos da categoria da enfermagem, mas para isto precisamos da participação de todos, o sindicato trabalha com denúncias, é importante que os filiados denuncie as irregularidade no âmbito de trabalho para que o SEET possa fazer a defesa efetiva dos trabalhadores”, declara.