Como é a grade curricular do curso de enfermagem?

10/12/2018 15/01/2019 17:18 288 visualizações

O curso de Enfermagem pertence às Ciências Biológicas e é oferecido em grau de bacharelado e licenciatura. Enquanto a licenciatura é mais focada na formação de professores e parte da grade curricular envolve disciplinas da área da Pedagogia, o bacharelado oferece uma formação mais completa e generalista, que permite ao aluno assumir outras responsabilidades e atuar como enfermeiro em muitos lugares após se formar. A duração varia entre 4 e 5 anos.

Os primeiros semestres do curso são mais teóricos, com disciplinas como Anatomia, Bioquímica, Biofísica e Introdução às Práticas de Enfermagem. Nos anos finais, as atividades têm foco na prática da profissão. O estágio é obrigatório e possibilita o contato do futuro enfermeiro com pacientes reais.

Há duas formas de estágio durante o curso: o curricular, que compõe a grade da graduação e é supervisionado por um professor da instituição de ensino; e o extracurricular, que é realizado fora do curso e deve ser monitorado por um enfermeiro do local de trabalho.

O melhor momento para iniciar o estágio é após o quarto semestre, quando o estudante já desenvolveu algumas habilidades básicas. Além da clínica da própria faculdade, o aluno de Enfermagem pode estagiar (e também atuar depois de formado) nos seguintes ambientes:

  • Centros de saúde
  • Hospitais públicos e particulares
  • Empresas (na área de saúde ocupacional)
  • Unidades Básicas de Saúde
  • Laboratórios de exames clínicos e de imagem
  • Empresas de home care (em que o tratamento é realizado na casa do paciente).

Para obter o diploma, a maioria das faculdades exige a apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Matérias do curso de Enfermagem

Confira a seguir a relação de disciplinas geralmente encontradas durante o curso de Enfermagem. Lembramos que a nomenclatura das matérias pode variar de acordo com a faculdade, bem como a ordem em que elas são apresentadas aos estudantes.

  • Ações Interpessoais Básicas em Saúde Mental
  • Administração Aplicada à Enfermagem
  • Anatomia Humana
  • Assistência de Enfermagem ao Paciente Crítico
  • Bases Conceituais do Cuidar
  • Bioestatística
  • Bioquímica e Biofísica
  • Centro de Material e Esterilização
  • Ciências Sociais Aplicadas à Saúde
  • Citologia e Embriologia
  • Enfermagem em Doenças Transmissíveis
  • Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia
  • Enfermagem em Primeiros Socorros
  • Enfermagem em Reabilitação Física
  • Enfermagem em Saúde Coletiva da Criança e do Adolescente
  • Enfermagem em Saúde Coletiva na Saúde da Mulher
  • Enfermagem no Centro Cirúrgico
  • Enfermagem na Saúde do Adulto/Idoso
  • Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente
  • Enfermagem Psiquiátrica na Saúde do Adulto/Idoso
  • Epidemiologia
  • Ética e Exercício de Enfermagem
  • Farmacologia
  • Fisiologia Humana
  • Fundamentos da Saúde Coletiva
  • Genética e Evolução Humana
  • Gestão de Enfermagem em Serviços de Saúde
  • Imunologia
  • Introdução à Psicologia da Saúde
  • Metodologia de Pesquisa
  • Microbiologia
  • Parasitologia
  • Processos Patológicos Gerais
  • Semiologia Básica em Enfermagem
  • Teorias do Conhecimento e Enfermagem

Confira o conteúdo de algumas matérias de Enfermagem

Entenda em mais detalhes o que se estuda em algumas das principais disciplinas do curso de Enfermagem:

Administração Aplicada à Enfermagem: Aborda as principais bases teóricas da administração hospitalar, desde como gerir a equipe até os métodos de trabalho do enfermeiro no ambiente clínico.

Assistência de Enfermagem ao Paciente Crítico: Trata dos cuidados necessários aos pacientes em estado grave, gravíssimo e terminal.

Anatomia Humana: Disciplina com grande carga prática, em que os alunos estudam as partes do corpo, o organismo humano como um todo e seu funcionamento.

Bases Conceituais do Cuidar: A matéria é uma introdução à prática da Enfermagem e serve para criar no estudante um olhar crítico a respeito de sua formação, refletindo sobre as melhores maneiras de cuidar dos pacientes.

Bioquímica e Biofísica: Fornece conhecimentos básicos sobre Química e Física aplicadas à Enfermagem.

Citologia e Embriologia: Permite que o aluno adquira conhecimentos sobre a estrutura celular humana e suas funções.

Enfermagem em Doenças Transmissíveis: Trata de como tomar medidas de prevenção e controle de doenças transmissíveis, além de como lidar com pacientes que apresentam essas enfermidades.

Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia: Capacita para auxiliar o médico em consultas ginecológicas e partos, cuidando da mulher e do recém-nascido.

Enfermagem em Primeiros Socorros: Ensina a lidar com atendimentos de caráter urgente, desde curativos até o encaminhamento aos especialistas que continuarão a cuidar do paciente.

Enfermagem no Centro Cirúrgico: Como auxiliar o médico e o paciente durante o pré-operatório, a operação e o pós-operatório, desde a assepsia dos materiais cirúrgicos até a recuperação da cirurgia.

Epidemiologia: Estuda os principais fatores que fazem uma enfermidade se propagar entre a população e como prevenir, controlar e erradicar tais doenças.

Farmacologia: Como manusear a administrar medicamentos corretamente, suas ações, efeitos colaterais no organismo humano e como proceder para diminuir efeitos desagradáveis causados pelos remédios.

Imunologia: Apresenta o funcionamento do sistema imunológico humano e como ele responde aos ataques de enfermidades causadas por vírus, bactérias e tumores.

Microbiologia: Estuda as estruturas dos microrganismos e sua relação com as infecções humanas, além de fornecer conhecimentos sobre como coletar, guardar e transportar materiais para análise.

Parasitologia: Lista os parasitas causadores de enfermidades e como atuam no organismo humano, além de ensinar como proceder para diagnosticar e prevenir essas doenças.

Ser profissional da enfermagem, ao contrário do que muita gente pensa, vai muito além de medir pressão, fazer curativos e ministrar medicamentos receitados pelo médico. O curso de Enfermagem capacita o profissional a tomar decisões fundamentais ao bem estar dos pacientes e ao bom funcionamento da organização onde trabalha, seja ela um hospital, uma clínica ou até campanhas de saúde para conscientizar a população.

Enfermeiros são fundamentais para o funcionamento correto de qualquer unidade de saúde, da mais básica até mais complexa. Acompanham os pacientes dia após dia, orientam os familiares das pessoas hospitalizadas e prestam todos os cuidados necessários a uma boa recuperação.

 

Fonte: Guia daCarreira