SEET afirma que não houve acordo prévio com ISAC sobre salários publicados no Edital n°001/2020

11/08/2020 03/09/2020 17:45 565 visualizações

Em nota publicada nesta segunda-feira, 10, o Sindicato dos Profissionais de Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET) se manifestou contra os baixos salários previstos no Edital nº 001/2020 do Hospital de Campanha de Palmas, para os cargos de enfermeiros e técnicos de enfermagem, pois valores descritos não correspondem a um salário justo e digno para a categoria. No entanto, em matéria publicada nesta terça-feira, 11, no Site T1 Notícias, o Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), responsável pelo Edital, alegou que os salários publicados foram baseados na convenção trabalhista em vigor e foi definida com a participação dos órgãos de representação das categorias.

Em nenhum momento o Instituto se reuniu com o SEET para tratar sobre algum acordo, o mesmo está se manifestando com uma inverdade para a mídia. Na nota divulgada pelo ISAC foi mencionado a Conversão Coletiva de Trabalho (CCT), sendo que a última CCT vigente no Estado do Tocantins foi em 2016, de lá para cá, com a reforma trabalhista não teve mais convenção coletiva devido o desinteresse do Sindicato Patronal e o SEET já oficializou diversas vezes pedindo reunião com o Sindicato Patronal para chegar a um acordo.

Frisamos novamente que não houve nenhuma tentativa do Instituto de entrar em um acordo previamente a publicação do Edital. O SEET continua considerando que os valores descritos no referido Edital não condiz com uma remuneração justa que os profissionais deveriam receber, principalmente diante do atual cenário epidemiológico, que exige alta responsabilidade no exercício da função.

O Sindicato tomará atitudes legais cabíveis se necessário caso a categoria de Enfermagem estiver sendo lesada neste processo. O Sindicato repudia veementemente a desvalorização profissional, pós o mesmo luta incansavelmente pela valorização da categoria, zelando sempre pelo bom exercício da Enfermagem e por uma melhor qualidade de vida para todos.