SEET

SEET participa de reunião com o Secretário do Governo do Tocantins em apoio aos profissionais da saúde

09/12/2021 20/12/2021 08:44 1601 visualizações

Nesta quarta-feira, 8, o presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado doo Tocantins (SEET), João Batista, participou da reunião entre representantes de entidades classistas, profissionais da área da saúde, dentre eles, psicólogos, doutores em odontologia, enfermeiros e técnicos em enfermagem com o secretário de Governo do Estado do Tocantins, César Halum.

Na oportunidade, foi protocolado um documento contendo várias demandas apresentadas pelos participantes, relacionadas a questões de saúde e bem estar dos enfermeiros e demais profissionais da área, que cumprem carga horária excessiva de trabalho e rotina exaustiva do hospital, estão desenvolvendo uma série de problemas psicológicos provocados também pelo cansaço físico, mental e emocional.

Confira algumas das reivindicações: melhores condições de alimentação, remuneração justa, insalubridade, adicional noturno, plano de saúde, data base, além de relatos sobre a falta de materiais básicos como luvas e máscaras descartáveis.

De acordo com o presidente do SEET, João Batista Alves das Neves, todo esforço deve ser concentrado para fortalecer a categoria, “Nosso pensamento é de união de forças e de dar apoio uns aos outros que lutam para que a classe tenha o reconhecimento merecido”. Ao concluir, afirmou que o Governo do Estado precisa reconhecer o trabalho dos profissionais da enfermagem para que o exemplo chegue aos municípios e também ao mercado privado, “Desta forma, teremos o reconhecimento que merecemos”.

Vale ressaltar que para muitos profissionais da área da saúde, o adicional noturno ainda não está sendo pago. Em relação ao adicional de insalubridade, há casos em que o Governo do Estado só paga cerca de 50% da insalubridade aos seus funcionários, outros nem sequer a recebem, e ainda há aqueles que estão há mais de 2 anos esperando para receber esse direito que é garantido por lei.

Segundo dados da Câmara Técnica, a dívida que o Governo do Tocantins com os profissionais da saúde chega a mais de 471 milhões de reais.

Por Ascom SEET