SEET recebe servidores públicos contratados e ouve demandas referente a jornada de trabalho para profissionais da enfermagem

08/04/2022 11/04/2022 10:00 197 visualizações

      O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do estado do Tocantins (SEET), recebeu nessa quinta-feira (7), os profissionais da enfermagem em regime de contratato, ouviu as suas demandas, esclareceu dúvidas e prestou orientações sobre reivindicações dos direitos dos profissionais.

      A categoria sente-se injustiçada, desvalorizada, pelo Governo do estado, em razão da carga horária, que hoje soma 40 horas trabalhadas, e luta pela redução de horas semanais. Nesse aspecto, o sindicato, dentro de suas atribuições, se compromete a tomar as providências cabíveis e fará um encaminhamento para a aquisição deste direito.

     Foram abordados durante a reunião assuntos relacionados a insalubridade e adicional noturno, tendo sempre como principal foco a jornada de trabalho, onde cada profissional teve seu local de fala.

      “É um direito que nós temos de trabalhar e receber como os profissionais efetivos, então o sindicato da enfermagem, junto com esses profissionais, vamos buscar esse direito à todos os [servidores] contratados [da enfermagem] do estado do Tocantins.” Esclarece o presidente do SEET e também técnico de enfermagem João Batista.

     Participaram também na reunião, além do presidente João Batista, a diretora de comunicação do SEET, Marinalva Alves Vieira, também a diretora Rosirene Ribeiro Fernandes, bem como,  representantes da assessoria jurídica do Sindicato.

       O presidente do SEET, João Batista, agradeceu aos profissionais, pela confiança em relação ao sindicato, destacou o grande número de profissionais contratados, que se fizeram na sede da instituição, para tratar de assuntos pertinentes a essa categoria tão importante para a área da saúde.

 

O projeto de lei nº 042/2010

Criado em 2010, estabelece o regime de 30 horas para os profissionais da enfermagem. A lei beneficia não somente essa categoria, como, em suma, todos os profissionais da saúde.

 

Por ASCOM SEET